Fator | Performance Driven Marketing

Os maiores erros cometidos em anúncios do Facebook

Investir em publicidade paga nas redes sociais é uma excelente ideia para todos os tipos de negócios. No entanto, muitos problemas podem surgir ao configurar suas campanhas e podem impedir que você alcance todo o seu potencial de sucesso. Por exemplo, quando uma empresa se propõe a anunciar no Facebook, pode não ter o conhecimento ou experiência com a plataforma. Acompanhar as mudanças contínuas na plataforma é realmente um trabalho em tempo integral. Confira os maiores erros que os profissionais de marketing cometem no Facebook.

Por que o Facebook é benéfico

As pessoas gastam tempo em plataformas de mídia social diariamente, então as empresas precisam usar isso a seu favor para comunicar claramente suas propostas de valor exclusivas para seus públicos-alvo. As campanhas do Facebook e do Instagram são altamente personalizáveis ​​e continuam a adicionar novos recursos a cada mês para fornecer experiências aprimoradas para anunciantes e usuários.

Uma grande porcentagem da população gasta tempo em aplicativos do Facebook, o que permite que os profissionais de marketing façam remarketing com eficiência para usuários que já compraram de uma marca ou visitaram um site no passado. Usuários como esses são considerados clientes em potencial altamente qualificados, portanto, encontrar uma maneira criativa de engajá-los novamente e trazê-los de volta ao seu site é fundamental.

O Facebook e o Instagram permitem que as empresas prospectem novos clientes em potencial que ainda não conhecem suas marcas. Grande parte do marketing está fornecendo soluções para os problemas que as pessoas enfrentam. O marketing no Facebook permite que os profissionais de marketing veiculem anúncios altamente direcionados para educar clientes em potencial sobre possíveis soluções. O Facebook é um lugar de descoberta para os usuários e pode ajudar as empresas a contar narrativas convincentes para atrair novos usuários para seus sites.

Principais erros que os profissionais de marketing cometem no Facebook

Falta de objetivos claros

É crucial que o proprietário de uma empresa defina objetivos e metas claras em cada parte de sua estratégia de marketing abrangente, incluindo determinar seus KPIs (indicadores-chave de desempenho), conhecer suas margens de lucro líquido, entender o valor médio da vida útil de cada cliente e entender as limitações de atribuição do Facebook. Os proprietários de empresas podem usar essas informações para definir metas realistas e determinar quais KPIs devem ser observados para saber quando aumentar os gastos com anúncios na plataforma. O objetivo não deve ser ter o maior ROAS (retorno dos gastos com publicidade) ou o menor custo por lead, mas obter o máximo de lucro possível através do Facebook.

Foco em métricas de vaidade

Métricas como curtidas de página, comentários em postagens e tráfego para o site parecem impressionantes no papel, mas nem sempre levam a mais conversões. Suponha que o principal objetivo de uma empresa seja gerar mais leads e compras no site. Nesse caso, as métricas de vaidade devem funcionar como indicadores a serem observados e não como os principais KPIs que a empresa foca.

Restringir desnecessariamente públicos-alvo

Um dos erros mais importantes que as empresas cometem com os anúncios do Facebook é restringir desnecessariamente seus públicos. Embora criar um público hiper segmentado possa melhorar a taxa de conversão em um site, também aumenta consideravelmente os CPMs (custo por mil impressões). Também tende a não levar a um melhor desempenho geral.

O Facebook desenvolveu uma excelente plataforma de aprendizado de máquina para anunciantes que fazem um trabalho excepcional identificando quem dentro de um público tem mais probabilidade de converter. Não tenha medo de testar públicos mais amplos, especialmente se seu Pixel tiver dados suficientes para o algoritmo otimizar.

Configurando o Pixel incorretamente

Configurar incorretamente seu Pixel e classificar eventos de Pixel é outro erro considerável que os profissionais de marketing tendem a cometer ao anunciar no Facebook. O Pixel é a alma da conta de anúncios – configurá-lo corretamente é vital para obter sucesso na plataforma.

Conclua cada uma dessas tarefas antes de iniciar qualquer campanha:

  • Ative a correspondência avançada.
  • Verifique seu domínio.
  • Classifique adequadamente os eventos na ferramenta de medição de eventos agregados.
  • Ative a alternância de otimização de valor.
  • Mantenha-se atualizado com as limitações de rastreamento atuais no Facebook.

Depois que uma empresa configura seu Pixel, ela deve utilizar remarketing e públicos semelhantes para aproveitar a grande quantidade de dados que o Facebook tem a oferecer em sua plataforma.

Criando atrito na experiência de checkout do usuário

A mídia social é uma plataforma na qual os usuários geralmente não procuram fazer compras. Eles passam seu tempo de lazer consumindo conteúdo de seus criadores de conteúdo favoritos, amigos e familiares. Portanto, as empresas devem garantir que seus processos de compra sejam o mais simples possível. Se um usuário decidir fazer uma compra devido ao seu anúncio, o processo de checkout não deve ter nenhum atrito que possa impedir a conversão de forma rápida. Siga estas dicas:

  • Adicione plug-ins de pagamento.
  • Priorize tempos de carregamento rápidos.
  • Utilize DPAs (anúncios dinâmicos de produtos) para direcionar os usuários diretamente para a página do produto.
  • Torne o processo de conversão o mais simples possível.

Utilize promoções

Se um usuário visitou seu site, mas não fez uma compra ou conversão, oferecer uma pequena promoção pode incentivá-lo a revisitar o site e concluir essa transação. Forneça um empurrão adicional para levar esse usuário de volta ao seu site. Aqui estão alguns exemplos de promoções que você pode oferecer:

  • Envio Grátis
  • Um pequeno código de desconto
  • Acesso a uma venda especial

Não verificar a sobreposição de público

Não verificar a sobreposição de público pode causar problemas por vários motivos:

Falta de clareza de segmentação

Deixar de verificar a sobreposição de público pode causar confusão nas opções de segmentação que apresentam o melhor desempenho. Usuários em momentos diferentes da etapa do funil podem converter, e o Facebook escolherá o público mais recente para ver a conversão. No entanto, nem sempre esse público é o que teve o efeito mais significativo.

Aumento da fadiga do anúncio

A fadiga do criativo do anúncio pode ocorrer muito mais rapidamente para os usuários quando os públicos se sobrepõem. Se você veicular anúncios para usuários de vários conjuntos de anúncios ou campanhas, os números de frequência que você vê se correlacionam apenas com esse conjunto de anúncios ou campanhas individuais. Compreender totalmente a saturação nesses níveis pode ser difícil.

Tomando grandes decisões com base em poucos dados

Fazer ajustes na conta com muita frequência pode fazer com que sua campanha fique presa em uma fase de aprendizado permanente. Dê tempo à sua campanha para passar pela fase inicial de aprendizado. As fases de aprendizado geralmente ficam ativas durante os primeiros sete dias de uma campanha. Sempre que você faz uma mudança, há um efeito adverso. Certifique-se de analisar dados suficientes para tomar decisões em larga escala, ou você pode estar prestando um desserviço a si mesmo.

Sem diversidade de tipos criativos

A veiculação de apenas um tipo de criativo limita sua campanha publicitária. Muitas empresas veiculam apenas o tipo de criativo que converte melhor, mas isso limita as conversões e coloca uma muleta nos dados. Algumas pessoas gostam de vídeos, outras gostam de DPAs – todo mundo tem um método preferido de consumo de mídia. Limitar as campanhas a apenas um método elimina a possibilidade de converter outras pessoas.

Falha ao monitorar anúncios de forma consistente

Não estar atento à realocação do orçamento e alimentar o que está funcionando é um dos maiores erros que os profissionais de marketing cometem no Facebook. Você deve analisar continuamente as campanhas e testar suas suposições anteriores para obter o maior sucesso.

É importante avaliar o tamanho do público e a frequência atual dos anúncios ao procurar aumentar os orçamentos em campanhas individuais ou conjuntos de anúncios. Os anunciantes que obtêm bons retornos em um conjunto de anúncios específico podem aumentar o orçamento sem perceber que a frequência é alta e o conjunto de anúncios já está saturado. Isso ainda pode mostrar um ROAS alto (retorno do investimento em publicidade), mas também deixará muito ROAS na mesa, que a empresa poderia capturar se reduzisse e evitasse saturar o mercado.

Confiando apenas no Facebook para marketing

O Facebook é uma ótima plataforma para obter tráfego para seu site a partir das mídias sociais, mas usar as mídias sociais como única forma de marketing não é sustentável. As melhores empresas obtêm tráfego de uma fonte diversificada de plataformas. Invista em serviços pagos de marketing de mídia social e outros canais, como publicidade paga por clique no Google, otimização de mecanismos de pesquisa, marketing por e-mail e muito mais.

Fator Digital

Somos uma agência de performance digital com cultura data-driven, moldada em 3 pilares: Design, Performance e Simplicidade.

Nos diferenciamos no mercado ao não fomentar o modelo tradicional de agência, que se propõe a ser apenas inquieto ou disruptivo. Nossa proposta consiste em ajudar empresas a terem sucesso no meio online através de ações eficientes de marketing digital.

Acreditamos na entrega de soluções, e não de serviços. Vendemos valor, e não tempo. Por isso pensamos as estratégias com foco em resultados que possam ser quantificados e qualificados.

Gostamos de dados, de como as coisas se conectam, mesmo quando parecem tão distantes. Aliás, acreditamos apenas em dados. O resto é achismo. E não trabalhamos com achismo na Fator.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail abaixo e enviaremos automaticamente as novidades do blog da Fator para você.