Fator | Performance Driven Marketing

Os anúncios de texto expandidos acabaram. O que isso significa?

Em março, quando o Google substituiu os anúncios de texto expandidos por anúncios de pesquisa responsivos como o tipo de anúncio padrão para as campanhas da rede de pesquisa, todos nós tínhamos a sensação de que os anúncios de texto expandidos poderiam estar em vias de desaparecer.

E como esperado, em 31 de agosto, o Google anunciou que encerrará esse tipo de anúncio em 30 de junho de 2022.

As reações a este anúncio são mistas. Embora ninguém esteja animado com a mudança, os anunciantes estão expressando diversos níveis de descontentamento e preocupação – em alguns casos devido à experiência pessoal e em outros devido ao nível de conhecimento.

Então, para ajudá-lo a entender tudo, vamos tentar entender a fundo o que está acontecendo.

O que está acontecendo com os anúncios de texto expandidos: os fatos

Em 31 de agosto, o Google anunciou que, a partir de 30 de junho de 2022, os anúncios de pesquisa responsivos “serão o único tipo de anúncio de pesquisa que pode ser criado ou editado em campanhas de pesquisa padrão”.

O que isto significa

Seus anúncios de texto expandidos existentes continuarão a ser exibidos e você poderá relatar seu desempenho, mas só poderá pausar, retomar ou removê-los, não editar ou criar novos.

Por que extinguir os anúncios de texto expandidos

A posição do Google por trás da mudança é a seguinte:

  • Com 15% das consultas de pesquisa por dia sendo novas, “a automação é a chave para acompanhar essas tendências.
  • Sua solução, os anúncios de pesquisa responsivos, “ajuda você a competir em uma variedade mais ampla de leilões relevantes” e “impulsiona conversões incrementais [com] menos anúncios”.

Razões para se preocupar com os anúncios de pesquisa responsivos

Dificuldades com o texto do anúncio

Muitos anunciantes gostam dos anúncios de texto expandidos porque isso lhes concede mais controle sobre o texto do anúncio, de modo que a mudança para os anúncios de pesquisa responsivos faz com que muitos sintam que o Google está assumindo o controle total.

Fixar soluções alternativas tem suas limitações

Outra preocupação com essa mudança é para negócios em setores altamente regulamentados, como farmacêutico, cooperativas de crédito, franquias e jurídico.

Os relatórios dos anúncios de pesquisa responsivos não são bons

Outra preocupação dos anunciantes é com os relatórios. Os relatórios nos permitem testar e otimizar, e o objetivo dos anúncios de pesquisa responsivos é incluir testes na campanha e deixar que o Google cuide disso para você. A ideia é você economizar tempo no Google Ads enquanto o Google exibe manchetes mais relevantes para seus pesquisadores.

Razões para não entrar em pânico com a saída dos anúncios de texto expandidos

  • A automação está cada vez melhor
  • Anúncios de texto expandidos não são apenas para o Google Ads
  • Você ainda tem algum controle
  • Os anúncios personalizados não estão saindo
  • Nós temos tempo

Então o que você deveria fazer? Dicas para ambos os tipos de anúncios

Como acabamos de ver, temos tempo aqui. Então, aqui estão nossas recomendações

Criar e testar anúncios de texto expandidos

Seus anúncios de texto expandidos ainda podem ser executados, você simplesmente só não pode alterá-los. Portanto, teste seus anúncios o quanto quiser antes disso e mantenha o melhor como está pelo tempo que puder.

Familiarize-se com os anúncios de pesquisa responsivos

  • Atualize o texto do anúncio regularmente para que os espectadores tenham algo novo para ver.
  • Aproveite a inserção dinâmica de palavras-chave e extensões de anúncio.
  • Aproveite as visualizações aleatórias que o Google oferece.
  • Certifique-se de que todas as combinações funcionem juntas.
  • Use fixação.
  • Use a ferramenta de força do anúncio

Não se esqueça dos anúncios de chamada

Os anúncios de chamadas são populares em muitos setores, como jurídico, médico, alimentício e pequenos negócios. E o que está definido está definido. Portanto, se você não quiser usar anúncios de pesquisa responsivos ou anúncios de texto expandidos ou qualquer coisa dinâmica, definitivamente sugiro usá-los.

E! O Google os atualizou recentemente para que você obtenha um título extra no topo do número, nome da empresa e duas descrições.

Aceite, adapte-se e aguarde

Por enquanto, é isso. Então, vou deixar você com três dicas:

  • Aceitar: independentemente de quanto isso afetará seu desempenho no Google Ads, não podemos mudar a opinião do Google, portanto, a melhor maneira de avançar é a aceitação.
  • Adapte-se: familiarize-se com os anúncios de pesquisa responsivos, caso ainda não o tenha feito, comece a injetar anúncios de texto expandidos como se não houvesse amanhã e aproveite os recursos de fixação e anúncios só para chamadas.
  • Aguarde: com sorte, o Google Ads apresentará alguns novos recursos para ajudar com relatórios e outras preocupações, portanto, fique por dentro dos novos anúncios e atualizações da plataforma.

Fator Digital

Somos uma agência de performance digital com cultura data-driven, moldada em 3 pilares: Design, Performance e Simplicidade.

Nos diferenciamos no mercado ao não fomentar o modelo tradicional de agência, que se propõe a ser apenas inquieto ou disruptivo. Nossa proposta consiste em ajudar empresas a terem sucesso no meio online através de ações eficientes de marketing digital.

Acreditamos na entrega de soluções, e não de serviços. Vendemos valor, e não tempo. Por isso pensamos as estratégias com foco em resultados que possam ser quantificados e qualificados.

Gostamos de dados, de como as coisas se conectam, mesmo quando parecem tão distantes. Aliás, acreditamos apenas em dados. O resto é achismo. E não trabalhamos com achismo na Fator.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail abaixo e enviaremos automaticamente as novidades do blog da Fator para você.