Fator | Performance Driven Marketing

Conheça as campanhas do Google Smart Shopping

Se você possui ou administra campanhas de marketing para uma empresa de comércio eletrônico, os últimos 6 a 12 meses foram muito empolgantes. Entre o Instagram descartando as compras como uma opção para Instagram Stories, os novos anúncios gráficos do Google e tudo mais, o comércio eletrônico tem estado louco ultimamente.

No entanto, talvez a maior nova opção de publicidade de comércio eletrônico seja o Google Smart Shopping.

O Smart Shopping basicamente pega algo que era bastante simples e direto para começar –Google Shopping– e automatiza a maior parte do gerenciamento de campanha. Quase parece bom demais para ser verdade, mas se acreditarmos no Google, o Smart Shopping pode ser uma oportunidade incrível para muitas empresas de comércio eletrônico.

Neste artigo, discutiremos o que é o Google Smart Shopping, como funciona e como configurar campanhas inteligentes do Shopping para sua empresa. Vamos lá!

O que é o Google Smart Shopping?

Smart Shopping é um novo tipo de campanha para campanhas do Google Shopping. No entanto, ao contrário das campanhas do Shopping padrão, as campanhas inteligentes do Shopping usam aprendizado de máquina e algoritmos para automatizar seus lances e canais de anúncios. Isso os torna perfeitos para proprietários de empresas de comércio eletrônico menores, que têm muito mais com que se preocupar do que otimizar suas campanhas de compras.

Agora, tudo isso é bom demais para ser verdade? Bem, de acordo com o Google, ao testar seus algoritmos com anunciantes, as campanhas inteligentes do Shopping produziram um retorno de 20% (ou melhor) do que as campanhas padrão.

Para tornar as coisas ainda melhores, as campanhas inteligentes do Shopping usam seu feed de produtos existente para gerar criativos. Portanto, se você já estiver exibindo campanhas do Shopping, não precisará fazer nenhum trabalho extra para criar campanhas inteligentes do Shopping.

Usando as imagens e o conteúdo do seu feed, o Smart Shopping cria anúncios para seus produtos e, em seguida, usa o aprendizado de máquina para otimizar esses anúncios. Segundo o Google, esse processo de geração / otimização leva cerca de 15 dias, mas os algoritmos do Google devem ter todas as informações de que precisam para maximizar o retorno do investimento.

Configuração de campanhas inteligentes do Shopping

Antes de criar sua primeira campanha inteligente do Shopping, é importante observar que as campanhas inteligentes do Shopping veiculam campanhas do Shopping e anúncios gráficos de remarketing. Portanto, se você já estiver executando um desses tipos de campanha, é uma boa ideia pausá-los antes de lançar uma campanha inteligente do Shopping para os mesmos produtos.

Isso é importante porque o Google recomenda que você segmente todos os seus produtos disponíveis usando uma campanha inteligente do Shopping. Isso é muito diferente de como você normalmente aborda as campanhas de compras, mas quanto mais informações o Google tiver para trabalhar, mais eficazes serão os algoritmos.

Para configurar sua campanha inteligente do Shopping, faça login em sua conta do Google Ads e crie uma nova campanha.Escolha a opção de campanha do Shopping e aapropriada e conta do Merchant Center, em seguida, escolha o subtipo de campanha “Otimizada para metas”:

E agora?

Consistente com as recomendações do Google, todas seus produtos em seu feed serão selecionados automaticamente para inclusão em sua campanha, mas você pode alterar isso se desejar. Lembre-se, porém, de que, ao incluir todos os seus produtos na mesma campanha, os algoritmos do Google serão capazes de rastrear o que as pessoas olham em seu site e usar isso para otimizar seu desempenho, a menos que você tenha um motivo realmente convincente para não incluir todos os seus produtos, eu ficaria com a opção padrão.

O grande argumento de venda do Smart Shopping é o fato de que o Google criará anúncios automaticamente para você com base na maneira como seus clientes interagem com seu site. No entanto, para todos que ainda não demonstraram interesse em nenhum de seus produtos, você precisará dar ao Google algo com que trabalhar.

Portanto, ao configurar sua campanha inteligente do Shopping, você precisará fazer upload de alguns recursos criativos e escrever alguns títulos e descrições iniciais para o Google usar.

Google entregará esse conteúdo inicial como anúncios gráficos e do YouTube responsivos para qualquer pessoa que tenha visitado seu site sem mostrar interesse em nenhum dos seus produtos.

Se você é novo no Google Shopping, precisará fazer algumas coisas adicionais para configurar:

  1. Configure o acompanhamento de conversões. Os algoritmos do Google precisam de dados para aprender, então você precisa ter o acompanhamento de conversões específico da transação configurado e ter pelo menos 20 conversões nos últimos 45 dias.
  2. Adicione uma tag global do site ao seu site (você também pode fazer isso usando sua conta do Google Analytics). Essa tag permitirá que o Google rastreie os usuários que visitam seu site (você precisará de pelo menos 100 usuários rastreados para executar campanhas inteligentes do Shopping).
  3. Atenda aos requisitos do Google para campanhas do Shopping.

Relatórios sobre campanhas inteligentes do Shopping

Enquanto o Google automatiza suas campanhas, você ainda tem visibilidade total do desempenho da campanha. Para ver informações sobre cliques, conversões, etc. na campanha, grupo de anúncios, grupo de produtos, dispositivo e níveis de produto, basta clicar na opção “Relatórios” na barra superior da interface da sua conta:

 

A única desvantagem real de relatórios com campanhas Smart Shoppings  são o fato de que você não pode avaliar o desempenho com base no posicionamento do anúncio. Portanto, se você deseja tentar usar o Smart Shopping, aprenda quais canais são os melhores e, em seguida, use-os em uma campanha padrão.

Como você não consegue saber quais canais de anúncio estão produzindo seus resultados, comparar o desempenho da campanha padrão com o desempenho da campanha inteligente do Shopping é um pouco como comparar maçãs e laranjas. Você certamente pode comparar as medidas finais de sucesso como o ROAS, mas não é realmente justo comparar as taxas de cliques ou o custo por clique. Afinal, o Google pode exibir anúncios em lugares inesperados porque eles produzem um retorno melhor, mas suas métricas reais de cliques podem ser piores.

Práticas recomendadas inteligentes do Shopping

À medida que você configura e executa suas campanhas inteligentes do Shopping, há algumas coisas adicionais que você deve ter em mente:

  • Se você decidir começar testando parte de seu feed de produtos, certifique-se de deixar o restante de suas campanhas ativas e correndo.
  • Certifique-se de dar às suas campanhas inteligentes do Shopping pelo menos 15 a 20 dias para que alcancem seu progresso. O aprendizado leva tempo, mesmo para máquinas.
  • Se você não está atingindo suas metas de conversão, tente mudar sua abordagem de lance. O ROAS desejado é uma boa opção se todos os seus produtos tiverem margens de lucro semelhantes. Como alternativa, se você tiver produtos com metas de ROAS muito diferentes, pode tentar dividir esses produtos em campanhas diferentes.
  • Para aumentar o volume, diminua seu ROAS desejado.
  • Otimize suas campanhas otimizando as imagens, títulos e descrições em seu feed de produtos.

Por fim, embora as campanhas inteligentes do Shopping sejam ótimas, existem algumas limitações que você precisa levar em consideração ao configurar:

  • Atribuição. Infelizmente, como o Google combina anúncios de compras padrão com remarketing de vídeo e display, não há como ter certeza do que está produzindo determinados resultados. Você realmente não pode ajustar as colocações sozinho, então você só precisa confiar que os algoritmos do Google estão otimizando as coisas de forma adequada.
  • Palavras-chave negativas. Você não pode adicionar palavras-chave negativas a campanhas inteligentes do Shopping. Portanto, se você acabar recebendo muitas impressões em uma consulta irrelevante, não terá sucesso. Esperançosamente, o algoritmo descobrirá as coisas com o tempo, mas não há como consertar as coisas manualmente.
  • Controles de produto. Se você deseja vender mais de um determinado produto, não pode fazer isso em uma única campanha inteligente do Shopping. Existem maneiras de fazer isso sendo mais inteligente com várias campanhas, mas isso adiciona muita dor de cabeça que é o que você está tentando evitar usando as campanhas inteligentes do Shopping.

Resumindo, a vantagem de usar qualquer sistema automatizado é a facilidade de uso, mas o sacrifício é o controle granular. Para muitas empresas, é uma troca que vale a pena, mas você terá que testar o Smart Shopping em sua própria conta para ver como as coisas funcionam para você.

 

Fator Digital

Somos uma agência de performance digital com cultura data-driven, moldada em 3 pilares: Design, Performance e Simplicidade.

Nos diferenciamos no mercado ao não fomentar o modelo tradicional de agência, que se propõe a ser apenas inquieto ou disruptivo. Nossa proposta consiste em ajudar empresas a terem sucesso no meio online através de ações eficientes de marketing digital.

Acreditamos na entrega de soluções, e não de serviços. Vendemos valor, e não tempo. Por isso pensamos as estratégias com foco em resultados que possam ser quantificados e qualificados.

Gostamos de dados, de como as coisas se conectam, mesmo quando parecem tão distantes. Aliás, acreditamos apenas em dados. O resto é achismo. E não trabalhamos com achismo na Fator.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail abaixo e enviaremos automaticamente as novidades do blog da Fator para você.