Fator | Performance Driven Marketing

Como utilizar tracking de UTM para rastrear campanhas de Facebook no Analytics

Recordo que era muito estranho quando comecei a usar os anúncios do Facebook. Eu estava tão ansioso para veicular anúncios, mas não tinha absolutamente nenhuma ideia de quais anúncios estavam gerando mais tráfego e para onde esses leads estavam indo. Felizmente, aprendi depois de descobrir o poder dos UTMs.

O que é um UTM?

Um código UTM significa Módulo de rastreamento do Urchin. Não há problema se você não se lembra do “modelo de rastreamento do Urchin”, mas PRECISA se lembrar de que o UTM fornece uma maneira universal de rastrear seus links. 

Você usa UTMs para dizer exatamente de onde vem o tráfego do site: por exemplo, em qual e-mail eles clicaram, em qual campanha publicitária eles converteram, qual de seus esforços de marketing está gerando mais tráfego. Um parâmetro UTM é uma tag no final do url, que informa ao Google Analytics 5 coisas:

Fonte: de onde vem seu tráfego

Médio: a plataforma que você está usando

Campanha: a campanha de marketing da qual faz parte

Termo (opcional): para qual palavra-chave você está definindo

Conteúdo (opcional): especifica as variantes do teste de divisão Mas por que isso é importante, você pergunta? Essa é uma excelente pergunta!

Por que usar UTMs?

Se você deseja gerar ótimos resultados com seus anúncios, você precisa medir seus resultados exatos. A maioria das empresas usa ferramentas como o Google Analytics para medir todas as atividades do site e origens de tráfego, especialmente aquelas pelas quais você está pagando. Mas antes que você possa medir qualquer coisa, você precisa dizer ao Google Analytics como reconhecer qual tráfego está vindo de qual plataforma, campanha ou palavra-chave. Você pode fazer isso adicionando parâmetros UTM aos links que você usa em suas campanhas.

Como você estrutura um UTM?

Adicionar esses parâmetros é, na maioria dos casos, um trabalho manual. Você pode basicamente colocar qualquer coisa lá que quiser, mas por uma questão de eficiência, recomendamos que você estabeleça convenções de nomenclatura e, o mais importante, siga-as! Se você está procurando um lugar para começar, aqui estão algumas convenções de nomenclatura que são amplamente utilizadas no espaço de marketing digital. Veja abaixo alguns dos usos mais comuns de utm_source e utm_medium:

Platform utm_source utm_medium
Google AdWords google cpc
Google Display google display
Bing Ads bing cpc
Facebook Organic facebook social
Facebook Ads facebook cpc
Twitter twitter social
Newsletters newsletter email

É extremamente recomendável que você compartilhe isso com sua equipe e colegas, para que você tenha dados limpos e consistentes no Google Analytics.

Armadilhas comuns de parâmetros UTM

Por mais que gostemos de pensar que somos mestres em UTMs, muitas vezes cometemos erros bobos, especialmente quando começamos. Antes de marcar todos os seus URLs, aqui estão os erros mais comuns que você deve evitar.

Os URLs diferenciam maiúsculas de minúsculas. Isso inclui parâmetros UTM! Se você for inconsistente com suas entradas, terminará com várias instâncias da mesma campanha, o que complica a análise de seus dados.

Verifique a ortografia três vezes. Como tudo o mais no Google Analytics, você não pode corrigir erros cometidos no passado. Se você cometeu um erro de digitação, terá que conviver com os erros de digitação em seus dados analíticos.

Seja consistente com suas convenções de nomenclatura. Se você usar valores diferentes que devem ser iguais em uma campanha, como usar utm_medium = social e utm_medium = cpc, o Google Analytics os tratará como links separados.

Use nomes de que você realmente se lembrará mais tarde. Ter utm_campaign = sdp-4-18 pode fazer sentido no início, mas você terá dificuldade em lembrar mais tarde que esta foi uma campanha promocional de vestidos de verão que você exibiu em abril de 2018. No futuro, você vai agradecer.

Não se esqueça de adicionar parâmetros UTM a campanhas futuras. As campanhas sem parâmetros UTM serão classificadas como tráfego de referência sem nenhuma informação adicional sobre a campanha real.

Agora que você sabe o que evitar, vamos tornar sua vida um pouco mais fácil usando algumas ferramentas!

Ferramentas UTM do Facebook

Muitos desses erros podem ser atribuídos a entradas de texto incorretas ou ao esquecimento de adicionar quaisquer parâmetros UTM (somos todos humanos, afinal). É por isso que recomendamos algumas ferramentas que vão tornar sua vida MUITO mais fácil. Quer dizer, ei, nenhum verdadeiro guia de marketing digital está completo sem alguns hacks, certo?

A boa e velha planilha

Você é um cara antiquado como eu? Boas notícias, porque usar uma planilha é ótimo. Existem muitos modelos para você experimentar.

Construtor de URL de campanha do Google

O criador de URL do Google é uma maneira rápida e fácil de construir um UTM. Basta preencher um formulário simples e o Google fará o resto por você. Uma vez que isso não registra seu histórico de URL, esta ferramenta é ótima para compilações únicas.

Extensão do Chrome UTM.io

Se você é um acumulador de extensões do Chrome como eu e precisa de uma extensão do Chrome para organizar todas as suas outras extensões do Chrome, este construtor de UTM é perfeito para você. Você também pode rastrear predefinições e todos os links que gerou em uma planilha.

Marcação automática de UTM no Facebook

Adicionar todos esses parâmetros manualmente é um trabalho danado e, como afirmado anteriormente, também está muito sujeito a erros humanos. Felizmente, plataformas de pesquisa paga como Google AdWords e Bing Ads têm um recurso chamado codificação automática. Como o nome sugere, eles fornecem automaticamente todos os parâmetros disponíveis para cada link em suas campanhas. Para praticamente todas as outras plataformas, no entanto, você precisa fazer isso sozinho. No início deste ano, o Facebook adicionou um recurso ao Ads Manager que torna o uso de parâmetros UTM consistentes muito mais fácil. Não vai tão longe quanto a codificação automática no Google AdWords e você ainda precisa se esforçar, mas com certeza vai economizar muito tempo! É assim que funciona.

Como habilitar parâmetros dinâmicos de URL

Abra seu gerenciador de anúncios ou editor avançado. Quando estiver lá, role para baixo até o campo ‘Parâmetros de URL’ e você verá algo assim:

Uma prática recomendada comum é usar o nome da campanha de anúncios do Facebook como o parâmetro utm_campaign, o nome do conjunto de anúncios como o parâmetro utm_content e o nome do anúncio como parâmetro utm_term. Por um longo tempo, atualizamos manualmente esses parâmetros de URL usando o Excel. Agora, tudo o que precisamos fazer é copiar e colar um snippet de código para que todos os meus anúncios futuros sejam automaticamente codificados.

utm_source={{site_source_name}}&utm_medium=social
&utm_campaign={{campaign.name}}&utm_content={{adset.name}}
&utm_term={{ad.name}}

Quais parâmetros estão disponíveis no Facebook?

Existem muitos parâmetros disponíveis no Facebook para fornecer ainda mais especificidade ao rastrear suas campanhas. Esses incluem:

  • source = {{site_source_name}}
  • placement = {{placement}}
  • ad_id = {{ad.id}}adset_id = {{adset.id}}
  • campaign_id = {{campaign.id}}
  • ad_name = {{ad.name}}
  • adset_name = {{adset.name}}
  • campaign_name = {{campaign.name}}

Facebook, Instagram, Messenger e Rede de Audiência

Você já se perguntou como você pode rastrear se um clique veio do Facebook, Messenger, Instagram ou da Audience Network? Antigamente, você tinha que dividir suas plataformas por meio de vários conjuntos de anúncios ou apenas aceitar o fato de que os cliques do Facebook e do Instagram eram igualmente valiosos. Que pesadelo. Agora, com os Parâmetros de URL Dinâmicos, indicados com {{site_source_name}}, você pode rastrear seus cliques com base nos seguintes valores:

  • fb
  • ig
  • msg
  • an

Mas espere, tem mais! Você pode especificar exatamente de qual canal os cliques vieram, usando o parâmetro {{placement}}. Adicionar este parâmetro à sua tag de URL rastreia se seus cliques vieram de um destes canais:

  • Facebook_Desktop_Feed
  • Facebook_Mobile_Feed
  • Facebook_Right_Column
  • Messenger_Home
  • Instagram_Feed
  • Instagram_Stories

Dados limpos = Profissional de marketing feliz

Agora sim! Foi fácil, certo? Agora que você é um profissional em rastreamento, adoraríamos ouvir de você.

  • Qual é o maior erro de rastreamento que você já cometeu?
  • Qual é a sua ferramenta UTM favorita?

Deixe-nos saber nos comentários abaixo! Obrigado pela leitura.

Fator Digital

Somos uma agência de performance digital com cultura data-driven, moldada em 3 pilares: Design, Performance e Simplicidade.

Nos diferenciamos no mercado ao não fomentar o modelo tradicional de agência, que se propõe a ser apenas inquieto ou disruptivo. Nossa proposta consiste em ajudar empresas a terem sucesso no meio online através de ações eficientes de marketing digital.

Acreditamos na entrega de soluções, e não de serviços. Vendemos valor, e não tempo. Por isso pensamos as estratégias com foco em resultados que possam ser quantificados e qualificados.

Gostamos de dados, de como as coisas se conectam, mesmo quando parecem tão distantes. Aliás, acreditamos apenas em dados. O resto é achismo. E não trabalhamos com achismo na Fator.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail abaixo e enviaremos automaticamente as novidades do blog da Fator para você.