Fator | Performance Driven Marketing

Como usar as cinco forças de Porter para superar sua concorrência

As Cinco Forças de Porter são um modelo que identifica e descreve as cinco forças econômicas que moldam todas as indústrias. Mais especificamente, explica como essas forças ditam a intensidade competitiva, o potencial de lucratividade e a atratividade de cada setor.

As Cinco Forças de Porter tornaram-se um modelo fundamental que a maioria das empresas usam para entender a dinâmica de seu setor e, por sua vez, orientar sua estratégia de negócios. E também pode ajudá-lo a fazer o mesmo.

Para ajudar a ilustrar isso, detalhamos as cinco forças econômicas fundamentais em jogo em cada mercado e fornecemos um exemplo de análise em cada seção, para que você possa ver como cada uma dessas forças pode atuar em seu setor específico.

Quais são as Cinco Forças de Porter?

  1. Ameaça de novos entrantes

  2. Poder de barganha dos compradores

  3. Poder de barganho dos fornecedores

  4. Ameaça de produtos substitutos

  5. Concorrentes na Indústria (Setor)

A maneira como você aplica esse modelo ao seu próprio negócio depende totalmente da natureza do seu setor. Depois de entender as forças que afetam seu setor, você pode extrair melhor os insights relevantes para o seu negócio. Vamos detalhar cada força econômica e ver alguns exemplos:

Modelo das Cincos Forças de Porter

      1. Ameaça de novos entrantes

Se novos players podem entrar no seu mercado de forma rápida e barata, eles podem vender seu produto mínimo viável. Este é um produto com recursos suficientes para satisfazer os primeiros clientes. A frequência de novos players entrando em seu mercado depende das barreiras de entrada do seu setor. Se custa muito dinheiro e tempo para construir um produto viável e cobrir despesas gerais, as startups não poderão entrar ou competir em seu mercado.

Para ajudá-lo a examinar o potencial de novos participantes em seu próprio setor, aqui está uma análise do potencial de novos participantes na indústria de tacos de beisebol de alumínio.

Exemplo de ameaças de novos entrantes:

As barreiras de entrada da indústria de tacos de beisebol de alumínio são muito altas. Você teria que gastar muito dinheiro em pesquisa e desenvolvimento para descobrir como diferenciar seu produto em um mercado saturado, comprar uma quantidade considerável de matérias-primas para fabricar os tacos e construir instalações e máquinas caras para realmente produzi-los. Essa startup teria que cobrar perto de um preço médio do setor para cobrir a sobrecarga inicial de criar um produto mínimo viável, criar uma experiência de marca agradável e gerar receita. Você também precisaria contratar uma equipe de produto, marketing e vendas para executar as operações comerciais diárias dessa startup.

       2. Poder de barganha dos compradores

O número de clientes em seu setor afeta diretamente sua capacidade de controlar os preços. Se houver apenas alguns clientes em seu setor, eles detêm a maior parte do poder. Como os fornecedores dependem dos clientes para gerar receita, os fornecedores devem atender às demandas de preços de seus clientes – ou arriscar que os clientes façam negócios com outros fornecedores.

Por outro lado, se houver uma tonelada de clientes em seu setor, eles, consequentemente, detêm significativamente menos poder. Eles d evem aceitar os preços estabelecidos pelos fornecedores ou não poderão comprar nenhum dos produtos ou serviços.

Exemplo de poder de barganha dos compradores:

Todo jogador de beisebol precisa de uma bola de beisebol de alumínio para treinar e competir, de modo que cada fornecedor da indústria de tacos de beisebol de alumínio tem uma enorme base de clientes em potencial para comercializar e vender. Como há poucos fornecedores e muitos clientes nesse mercado, os clientes não têm poder suficiente para reduzir os preços.

       3. Poder de barganha dos fornecedores

O número de fornecedores ou concorrentes em seu mercado afeta diretamente a capacidade da sua empresa de controlar os preços. Quando há pouca ou nenhuma concorrência, os fornecedores detêm o poder de precificação. Se um consumidor não aceitar seus preços, você e seus colegas fornecedores podem facilmente encontrar alguém que aceite.

Quando há muitos fornecedores em seu setor, cada fornecedor tem menos poder de precificação. Os clientes do seu mercado têm um rico conjunto de opções para escolher, portanto, se seus preços forem muito altos, eles poderão fazer um acordo com outro fornecedor.

Exemplo de poder de barganha dos fornecedores:

Com 11 grandes fornecedores em um setor extremamente popular – e cinco ou menos marcas competindo em cada segmento do mercado – os fornecedores detêm muito poder de precificação. Quase todos os jogadores de beisebol, da liga infantil à faculdade, precisam de um taco de beisebol de alumínio para treinar e competir, por isso são muito dependentes desses fornecedores, o que lhes dá ainda mais poder de preço.

 

        4. Ameaças de produtos substitutos

Os substitutos são produtos de diferentes setores que os consumidores podem usar de forma intercambiável, como café e chá, e podem moldar significativamente seu setor. Se o seu produto tem substitutos mais baratos ou superiores, você não apenas precisa competir com outros players do seu setor, mas também com empresas de outros setores.

  Se o seu produto não tiver substitutos mais baratos ou superiores, as empresas que produzem esses substitutos não representam uma ameaça tão grande para você ou seus concorrentes diretos. Essa baixa competição multimercado pode apenas diminuir ligeiramente seus preços e lucros.

Exemplos de ameaças de produtos substitutos:

Em vez de comprar bastões de beisebol de alumínio, os jogadores poderiam comprar bastões de fornecedores que fabricam apenas bastões de madeira, como Baum Bats, Old Hickory e Sam Bat. Mas as chances de isso acontecer são extremamente baixas. Embora os tacos de madeira individuais custem menos do que os tacos de alumínio individuais, os tacos de madeira quebram com muito mais frequência. Por exemplo, um bastão de alumínio de R$ 250 pode durar mais do que cinco bastões de madeira de R$ 100, então substituir os bastões de alumínio por bastões de madeira na verdade custaria mais dinheiro. Os jogadores também podem acertar a bola mais longe com bastões de alumínio, o que o torna o produto superior. Além disso, os fabricantes de tacos de madeira ganham mais dinheiro concentrando-se em um mercado específico de jogadores de beisebol que usam apenas tacos de madeira, como jogadores profissionais de beisebol, jogadores da liga universitária de verão e jogadores de beisebol de primeira linha. Em suma, há uma baixa ameaça de substitutos neste setor.

         5. Concorrentes na Indústria (Setor)

A concorrência desempenha um papel enorme na lucratividade do seu setor – o potencial de produzir um alto retorno sobre o investimento – e, por sua vez, sua capacidade de atrair novos participantes. Se houver muita concorrência em seu setor, é mais difícil obter lucro. Os clientes têm um rico conjunto de opções para escolher, portanto, se seus preços forem muito altos, eles poderão fazer um acordo com um fornecedor que venderá a eles a um preço mais baixo.

Em outras palavras, os clientes normalmente exercem mais poder do que os fornecedores em setores competitivos. Isso geralmente leva os fornecedores a subcotar uns aos outros até que sua receita ruim exceda seus custos – o que, por sua vez, diminui seus lucros e desencoraja novos participantes de entrar no mercado.

Se houver menos concorrência em seu setor, é mais fácil obter lucro. Os clientes têm menos fornecedores para escolher, portanto, se quiserem comprar o produto ou serviço do seu mercado, devem aceitar o preço mais alto. Para ajudá-lo a examinar a concorrência em sua própria indústria, vamos vê-la em ação na indústria de tacos de beisebol de alumínio.

Exemplos de concorrentes na Indústria (Setor)

Da liga infantil à faculdade, os jogadores de beisebol de todo o país usam principalmente bastões de beisebol de alumínio para treinar e competir. Louisville Slugger, Rawlings, Marucci, DeMarini e AxeBat são os líderes no high-end deste mercado. O seu público-alvo são jogadores de beisebol universitários ou de viagem que estão dispostos a pagar um preço premium pelos melhores bastões que podem ter um desempenho de alto nível e permanecer duráveis ​​por várias temporadas. Easton, Mizuno e Adidas atendem ao meio do mercado, e Anderson, Combat e Dirty South atendem ao segmento inferior do mercado. Seus público-alvo são jogadores menos competitivos que provavelmente apenas jogam beisebol por diversão e amizade.

Análise das Cinco Forças de Porter

Para realizar uma análise das Cinco Forças, comece refletindo sobre como cada força afeta seu negócio. Em seguida, identifique a força e a direção de cada força – o que também avalia sua posição competitiva.

Para conseguir identificar, faça a si mesmo estas perguntas:

  • Existem muitos fornecedores no meu setor?
  • Meu poder de compra é alto ou baixo?
  • Existe um produto substituto para o meu produto ou serviço?
  • É fácil ou difícil para novos concorrentes entrarem no meu mercado?
  • A concorrência é alta ou baixa no meu setor?

Em seguida, anote cada uma das cinco forças e observe o tamanho e a escala de cada uma, usando suas respostas para guiá-lo. Você também pode fazer isso analisando a imagem do nosso exemplo teórico abaixo.

                                                                                                       Fonte Wikipedia

Considerações finais

A competição é uma parte natural dos negócios. Analisar seu setor usando as Cinco Forças de Porter pode ajudá-lo a identificar estratégias para melhorar sua posição competitiva, potencial de lucratividade a longo prazo e atratividade geral.

Fator Digital

Somos uma agência de performance digital com cultura data-driven, moldada em 3 pilares: Design, Performance e Simplicidade.

Nos diferenciamos no mercado ao não fomentar o modelo tradicional de agência, que se propõe a ser apenas inquieto ou disruptivo. Nossa proposta consiste em ajudar empresas a terem sucesso no meio online através de ações eficientes de marketing digital.

Acreditamos na entrega de soluções, e não de serviços. Vendemos valor, e não tempo. Por isso pensamos as estratégias com foco em resultados que possam ser quantificados e qualificados.

Gostamos de dados, de como as coisas se conectam, mesmo quando parecem tão distantes. Aliás, acreditamos apenas em dados. O resto é achismo. E não trabalhamos com achismo na Fator.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail abaixo e enviaremos automaticamente as novidades do blog da Fator para você.