Fator | Performance Driven Marketing

Por que eu recebo cliques em regiões que eu não quero anunciar no Google Ads?

Eu vendo pizzas em Porto Alegre. Por que recebo cliques nos meus anúncios de pessoas no Rio de Janeiro ou em Coimbra, Portugal?

Esta é uma das dúvidas mais comuns que novos anunciantes cometem ao executar uma campanha de CPC: tráfego indesejável. Novas campanhas são definidas, por padrão, para atingir um público geral. O Google acha muito interessante ter um amplo alcance no início da campanha, justamente para gerar mais tráfego. Porém, nem sempre isso é positivo para a sua carteira. Caso você tenha um orçamento grande, uma segmentação ampla em um primeiro momento pode até ser útil, pois assim você adquire mais dados em menos tempo e tem um trabalho mais fácil de otimização na sua conta. Porém, caso você tenha um orçamento limitado, buscando entre 6 a 10 cliques por dia, você vai gastar grande parte da verba em cliques “inúteis” para o seu negócio.

 

 

 

 

 

 

Caso você tenha uma empresa local, lembre-se sempre de segmentar seu público apenas para regiões próximas. Estes ajustes são feitos manualmente. Veja 3 possíveis motivos para explicar como você está recebendo estes cliques de lugares não segmentados:

 

  1. Configurações recomendadas

As configurações padrão do Google Ads direcionam suas campanhas para pessoas que tenham interesse em seu produto ou serviço, mesmo que elas não estejam fisicamente localizadas na região anunciada. Quando você cria uma nova campanha, esta é a configuração padrão da meta, localizada dentro de “Segmentação e públicos-alvo”:

Observe: “pessoas que estão nas suas regiões de segmentação ou têm interesse nelas”. Mas o que isso significa? Vamos seguir no exemplo do nosso post. Você vende pizzas em Porto Alegre. Se uma pessoa está em Coimbra, Portugal, e procura “pizzas em Porto Alegre”, ela vai receber o seu anúncio. Ela está demonstrando interesse na sua localização ao procurar por isso. Você quer que o seu anúncio seja exibido em Portugal? Novamente, a resposta depende da sua verba, mas provavelmente seja não. Você precisa economizar sua verba para cliques com maiores chances de conversão.

 

  1. Domínios do Google

Este problema está muito relacionado ao anterior.

Você pode inserir idiomas adicionais em suas campanhas para obter um maior alcance. Quando você lê “idiomas” em uma campanha de CPC do Google, na verdade está lendo domínios: .fr, .es, .ca, o nosso .br, etc. Por exemplo, se você adicionar os idiomas Português e Francês em nossa campanha de pizzaria em Porto Alegre, o seu anúncio será exibido em português, mas em dois domínios diferentes: google.fr e google.com.br. Ou seja, seus anúncios podem receber cliques de qualquer pessoa no mundo que utilize o Google em francês.

 

Solução?

Estes dois problemas são facilmente solucionados alterando a opção de Meta para “Pessoas que estão na região de segmentação ou costumam frequentá-la”. Ao selecionar esta opção, você pede para o Google que apenas pessoas fisicamente localizadas na região de segmentação recebam seus anúncios. Assim, pessoas de Portugal não poderão ver seu anúncio, e mesmo assim você poderá alcançar as pessoas da região desejada, não importando em qual idioma elas utilizam o Google.

 

  1. VPN e Endereço de IP

VPN é um método de conexão que permite ao usuário utilizar como IP um número público de qualquer lugar no mundo. Por exemplo, eu moro em  Porto Alegre e utilizo um VPN para acessar a internet como se estivesse morando em Londres. Para o Google, eu sou um usuário localizado em Londres. A maior parte dos conteúdos vai aparecer em inglês, e caso eu procure “pizzarias na região” os resultados estarão a alguns quilômetros de distância do meu servidor em Londres.

Infelizmente não há muito o que fazer em relação a isso em suas campanhas, exceto colocar o nome da cidade de onde está sua empresa nos anúncios para que os usuários saibam sua localização real, assim como utilizar extensões de anúncio relacionadas. Um de meus títulos poderia ser “Peça Pizza em Porto Alegre”, por exemplo. Uma solução para não exibir seus anúncios nesses casos seria excluir endereços de IP conhecidos destes servidores em suas campanhas, mas este não é um esforço que vale a pena. Será um trabalho árduo e ineficaz para algo que não terá tanto impacto em suas campanhas.

Fator Digital

Somos uma agência de performance digital com cultura data-driven, moldada em 3 pilares: Design, Performance e Simplicidade.

Nos diferenciamos no mercado ao não fomentar o modelo tradicional de agência, que se propõe a ser apenas inquieto ou disruptivo. Nossa proposta consiste em ajudar empresas a terem sucesso no meio online através de ações eficientes de marketing digital.

Acreditamos na entrega de soluções, e não de serviços. Vendemos valor, e não tempo. Por isso pensamos as estratégias com foco em resultados que possam ser quantificados e qualificados.

Gostamos de dados, de como as coisas se conectam, mesmo quando parecem tão distantes. Aliás, acreditamos apenas em dados. O resto é achismo. E não trabalhamos com achismo na Fator.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail abaixo e enviaremos automaticamente as novidades do blog da Fator para você.