Fator | Performance Driven Marketing

Benefícios de utilizar uma Landing Page para converter mais alunos

O Google AdWords, ou simplesmente “Links Patrocinados”, é uma das formas mais eficientes para aumentar a visibilidade de instituições de ensino em mecanismos de busca e potencializar o volume de inscrições de potenciais estudantes. Existem inúmeros benefícios desse perfil de ação na estratégia de geração de leads no ensino, incluindo:

  • Resultados rápidos e mensuráveis
  • Controle completo do orçamento e cronograma
  • Segmentação precisa por palavras-chave
  • Pagamento apenas pelos cliques
  • Estar na primeira página do Google de imediato

Porém, para maximizar o ROI de campanhas de AdWords, é necessário ter uma atenção especial com as landing pages. Nesse artigo vamos falar um pouco sobre cada componente de uma landing page e examinar os principais elementos que devem ser usados em conjunto para melhorar a conversão.

A importância da Landing Page para AdWords e porque otimizar

Em linhas gerais uma landing page pode ser identificada a partir de duas características:

1 – Contém um formulário

2 – A página é planejada para atrair e manter a atenção do visitante, ter respostas para o que ele busca e ainda convertê-lo em um lead.

Embora seja verdade que um potencial aluno (ou pai/mãe) possa cair no site de sua Instituição de Ensino em qualquer página, a qualquer momento, nem todas as pessoas irão cumprir os requisitos de uma boa landing page. A Landing Page tem um objetivo em especial: capturar os dados de um lead. No segmento de ensino, esse objetivo é coletar dados importantes de potenciais alunos que possam ser “nutridos” posteriormente para que decidam se matricular.

Existem dois motivos principais para otimizar essas landing pages:

1 – Para produzir mais leads de campanhas

Quando a landing page das campanhas no Google é otimizada, você consegue converter mais leads com o mesmo volume de cliques. A médio e longo prazo isso significa ainda a própria otimização da verba de Links Patrocinados.

2 – Para obter um quality score mais elevado para os anúncios do Google

Landing Pages produzidas de forma exclusiva para campanhas costumam ter um Quality Score no AdWords muito mais elevado, pois são estrategicamente construídas com termos e palavras-chave mais aderentes ao comportamento de busca do potencial aluno. Quality Score mais elevado significa custo por clique mais baixo e posição do anúncio mais elevada.

Anatomia de uma landing page eficiente

Agora que ficou claro a importância de uma landing page para maximizar conversões, vamos analisar os principais elementos de uma landing page:

 Anatomia de uma boa landing page  

 

 

    1. Chamada principal.
    2. Benefícios
    3. Imagem ou vídeo de destaque
    4. Contexto de utilização ou outras vantagens
    5. Formulário solicitando dados
    6. Assinatura, termos de privacidade, etc
    7. Call-to-Action principal

Uma peça eficiente de marketing tem como objetivo engajar a audiência com clareza e persuasão. Quando falamos de uma landing page, ainda temos o fator tempo (em menos de 2 segundos o usuário já decide se quer continuar no site ou sair), por isso o título deve atrair a atenção do visitante e estar corretamente alinhado com a motivação dele ao clicar no anúncio. Então você precisa ter uma “proposta de valor” adequada para motivar o visitante a permanecer na página e preencher o formulário.

 

Identidade Visual e poder de convencimento

Um título em destaque e uma boa proposta de valor já farão um ótimo trabalho para capturar a atenção do usuário, porém, para motivá-lo a preencher o formulário, sua landing page precisa apoiar esses esforços iniciais com duas ações características importantes:

  • Um design clean e atrativo, que transpareça uma imagem confiável, profissional e consistente da marca da sua instituição de ensino.
  • Informações que convençam o visitante da importância e legitimidade do que está sendo oferecido, utilizando exemplos, casos de uso, testemunhos e até mesmo estatísticas.

 

Formulário amigável e um Call-to-Action eficiente

Nossa experiência com landing pages no segmento de ensino direcionam para formulários sempre muito curtos e fáceis de preencher. Ao invés de solicitar uma inscrição online com 20 campos, por exemplo, prefira uma PRÉ-INSCRIÇÃO com apenas 5 campos e deixe para sua equipe comercial fazer o resto.

Já o Call-to-Action é diferente. Aqui, menos não é mais. Evite botões e chamadas simples como “enviar”, ou apenas “próximo passo”. O CTA deverá corresponder exatamente ao que você está ofertando, como por exemplo “Receber o folder completo do curso”.


Alinhamento da linguagem da Landing Page com a Campanha no Google

A importância da campanha no Google alcança diretamente a landing page. Quando você está anunciando para determinado curso ou área de estudo, deve tomar um cuidado maior para que as palavras-chave que aparecem no anúncio estejam devidamente alinhadas com aquelas que aparecem em áreas de destaque da landing page (como títulos). Quanto mais alinhado estiver, mais fácil será para o usuário reconhecer que está na página referente ao anúncio clicado, e maior as chances dele converter.

Por que vale a pena fazer testes A/B nas landing pages?

É possível ter um ganho de até 40% na geração de leads ao realizar constantes testes A/B nas landing pages. Criar versões completamente diferentes, trocar títulos, mudar call-to-actions e assim por diante.

O ideal é realizar um teste por vez, realizando as configurações via analytics para entender o impacto da mudança de cada elemento na landing page. O primeiro passo pode ser mais agressivo, com a criação de duas landing pages completamente diferentes e então analisar qual funciona melhor. Entretanto, pequenas mudanças podem influenciar muito em termos de conversão e também se torna importante realizar alterações em pequenos elementos da página.

O processo de realizar testes A/B acaba com os “palpites” de qual versão vai performar melhor ao comparar duas landing pages diferentes. E quanto mais você testar, mais informações interessantes você terá para avaliar e antecipar o comportamento dos potenciais clientes.


Importante: Não esqueça das campanhas para celular!

Cada vez mais os estudantes estão usando o celular para realizar qualquer ação na internet, como conhecer uma instituição de ensino ou um curso de interesse. Por isso faz total sentido você ter campanhas no Google exclusivas para celular. Mas desde que suas landing pages sejam 100% responsivas, claro!

Algumas dicas importantes para que esse processo funcione:

  1. Landing pages responsivas
  2. Utilize extensões de anúncio do AdWords que permitam ao visitante clicar e ligar diretamente do anúncio para sua faculdade.
  3. Reestruture a apresentação da landing page no mobile. Além de responsiva, ela precisa apresentar os dados mais importantes na ordem correta, para potencializar a conversão.
  4. A página precisa ser muito leve. Considere a velocidade e cobertura do 3G no Brasil.
  5. Tenha o telefone em destaque na landing page, eventualmente próximo ao formulário. Se o usuário não quiser preencher (preencher formulários no celular é uma experiência sempre ruim), ele pode ligar para você com um clique!

E sua instituição, já investiu em Landing Pages para apoiar as campanhas de Links Patrocinados? Talvez seja hora de testar e entender os resultados!

 

Marketing Digital para Instituições de Ensino

EAD: O FUTURO
DO ENSINO NO BRASIL
Um Ebook exclusivo para profissionais de marketing de instituições de ensino.
Um histórico do mercado de Ensino à Distância no Brasil e as principais tendências para o futuro, trazendo indicadores de comportamento do público e como se preparar para captar melhor os alunos.
BAIXE AGORA O EBOOK

Fator Digital

Somos uma agência de performance digital com cultura data-driven, moldada em 3 pilares: Design, Performance e Simplicidade.

Nos diferenciamos no mercado ao não fomentar o modelo tradicional de agência, que se propõe a ser apenas inquieto ou disruptivo. Nossa proposta consiste em ajudar empresas a terem sucesso no meio online através de ações eficientes de marketing digital.

Acreditamos na entrega de soluções, e não de serviços. Vendemos valor, e não tempo. Por isso pensamos as estratégias com foco em resultados que possam ser quantificados e qualificados.

Gostamos de dados, de como as coisas se conectam, mesmo quando parecem tão distantes. Aliás, acreditamos apenas em dados. O resto é achismo. E não trabalhamos com achismo na Fator.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail abaixo e enviaremos automaticamente as novidades do blog da Fator para você.