Fator | Performance Driven Marketing

5 pilares da automação de e-mail: libere o poder

5 pilares da automação de e-mail: libere o poder

Já sonhou em ganhar dinheiro enquanto dorme? A automação de e-mail torna esse sonho realidade. Às vezes referida como “fluxos”, “fluxos de trabalho” ou “campanhas gota a gota”, a automação de e-mail é um grampo de toda estratégia de marketing. Quando se trata de automações, muitas pessoas pensam em respostas automáticas após uma compra ou em e-mails transacionais rápidos e automatizados. Na verdade, a automação de e-mail é muito mais do que isso. É uma forma de desenvolver um relacionamento pessoal com um cliente ou lead, uma tela para contar a história de uma marca e, em última análise, um mecanismo para aumentar o valor vitalício de um cliente. Nesta postagem, vamos nos concentrar no poder da automação de e-mail. Veremos o que dizem as estatísticas, aprenderemos os 5 pilares da automação de e-mail, identificaremos 3 automações que são essenciais para todos os negócios e entenderemos como as automações podem melhorar e facilitar a jornada do cliente.

Estatísticas

Para 2021, as aberturas de automações de e-mail, cliques e taxas de conversão são consideravelmente mais altas do que as campanhas de e-mail únicas. Por exemplo, a taxa de abertura e clique ideal para campanhas é em torno de 20% para aberturas e 2% para cliques. Para fluxos de e-mail automatizados, as aberturas são cerca do dobro em 40% e os cliques são 3 vezes maiores, em torno de 6% em média. Por que as estatísticas são muito mais altas? A resposta está no simples fato de que as automações por e-mail são muito mais direcionadas pelo comportamento de um contato. As automações de e-mail são acionadas por comportamentos específicos que um usuário assume no site ou em formulários. Essas automações pegam os compradores no lugar certo na hora certa, entregando conteúdo relevante quando um comprador está no auge de seu comportamento de compra.

Agora que vimos os números para apoiar o valor das automações, é vital entender quais tipos de comportamento justificam uma série de e-mail automatizado.

O que você precisa para automatizar seus e-mails?

Além de emails transacionais, como confirmação de pedido e notificação de remessa, há muitos usos de automações em sua estratégia de marketing por email. Alguns exemplos de quando incluir automações são: quando alguém se inscreve na lista de mala direta, quando um produto foi adicionado ao carrinho, quando um cliente passa o tempo visualizando um produto específico ou quando um cliente não comprou no ano passado. Essa lista é infinita. Na realidade, as automações de e-mail podem ser usadas em uma variedade de situações. Não importa qual seja a situação, todas as automações de e-mail bem-sucedidas precisam de 5 coisas para funcionar.

Cinco Pilares da Automação de Email

É muito bom ativar as automações e deixá-las seguir seu curso, mas é importante ter certeza de que estão atualizadas com as práticas recomendadas. Cada automação precisa de 5 coisas para ser o mais eficaz possível. Esses “5 pilares” são a chave para garantir que cada automação funcione em seu nível mais alto.

GATILHOS

Gatilhos são ações ou comportamentos que os clientes realizam em um site ou durante o funil de vendas. Alguns exemplos de gatilhos incluem uma pessoa preenchendo um formulário, um visitante iniciando o processo de checkout ou um visitante fazendo uma compra. Eles são tão poderosos porque cada ação que um visitante realiza aciona um e-mail específico com mensagens específicas para aquele visitante. Os gatilhos adicionam um alto grau de relevância aos assinantes de e-mail.

OPORTUNIDADE

Se uma automação é acionada para enviar um e-mail imediatamente ou em 1 ano, eles precisam ser pontuais. Por exemplo, quando um visitante se inscreve para receber e-mails de uma empresa, ele espera receber um e-mail imediatamente de boas-vindas. Esse novo assinante ficará desapontado se receber o e-mail de boas-vindas após uma semana. Da mesma forma, um e-mail de venda cruzada de produtos gratuitos não será bem-vindo logo após a compra. A pontualidade de um e-mail ajuda a construir a confiança do assinante em uma marca e mostra que a marca é confiável.

PERSONALIZAÇÃO

Adicionar um toque pessoal às automações é fundamental. Personalização pode ser o uso do primeiro nome de um assinante, mostrando os produtos específicos que o assinante tem em seu carrinho ou chamando seu histórico de compras. As pessoas querem ser vistas como indivíduos, como pessoas, não apenas como um endereço de e-mail. A caixa de entrada de uma pessoa é mais um ponto de contato íntimo e, quando uma pessoa permite que uma marca esteja em sua caixa de entrada, isso não deve ser considerado levianamente. De acordo com o monitor de campanhas, as linhas de assunto personalizadas têm 26% mais chances de serem abertas.

SEGMENTAÇÃO

Segmentação é uma palavra da moda para profissionais de marketing por e-mail. É a separação de contatos com base no engajamento, comportamentos, interesses, comportamento de compra, localização, etc. A segmentação pode ser usada para fazer listas direcionadas de contatos para enviar mensagens específicas e personalizadas para eles. Claramente, se um assinante mostra interesse em uma categoria de produto específica, faz sentido enviar a ele um e-mail com base nesses interesses. Se uma marca estiver usando um ímã de leads, como um webinar gratuito, a segmentação dessas inscrições ajudará essa marca a enviar conteúdo com base no fato de que ela inicialmente se inscreveu para aquele webinar.

TESTE A / B

Não é possível fazer melhorias e coletar os principais aprendizados se não houver teste. Uma parte importante da automação de e-mail é a realização de testes A / B. Ou seja, fazer alterações em coisas como linhas de assunto, conteúdo de e-mail e frases de chamariz para ver o que ressoou no público. O teste não é feito uma única vez e precisa de tempo para produzir conclusões estatisticamente significativas. É fácil presumir que um teste falhou depois de alguns dias e pode até ser tentador desativá-lo. Não faça isso. Cada “falha” produz insights valiosos sobre o que funciona e o que não funciona com um público. A grande vantagem de fazer testes A / B em automações é que há um fluxo constante de dados chegando. Os dados começam a revelar uma história e percepções acionáveis ​​podem ser coletadas.

Três automações de e-mail que toda empresa precisa ter

BOAS-VINDAS

Uma série de boas-vindas é um fluxo automatizado que dispara assim que um contato se inscreve para receber e-mail marketing de uma empresa. A série de boas-vindas é uma maneira perfeita de dar as boas-vindas a um assinante da marca, apresentá-lo à história da marca e focar nas propostas de venda exclusivas da marca. Os e-mails de boas-vindas são oportunos e enviados quando uma marca é a prioridade. Como resultado disso, os e-mails de boas-vindas tendem a ser uma das automações de melhor desempenho que uma empresa possui. Dependendo do setor, as taxas de abertura são geralmente altas (entre 40-50%), assim como os cliques (entre 6-9%). As melhores práticas para e-mails de boas-vindas incluem entregas oportunas, personalização com base no nome ou interesses do assinante e um pequeno incentivador, como um desconto. Uma série de boas-vindas é a primeira automação que toda empresa deveria ter configurado.

CARRINHO ABANDONADO

O fluxo de carrinho abandonado permite que uma empresa colha as frutas penduradas mais baixas dos visitantes do site do funil inferior. Esses visitantes realizaram a ação específica de adicionar um item ao carrinho, mas, por algum motivo ou outro, nunca chegaram a ponto de fazer uma compra. O poder da automação de carrinho abandonado é que, como um contato forneceu seu endereço de e-mail, ele pode receber e-mails específicos e direcionados com os produtos específicos que deixou em seu carrinho. Sabemos que eles estão na parte inferior do funil de vendas e que mostraram a intenção de comprar. Um lembrete gentil de que eles têm itens no carrinho é uma ótima maneira de capitalizar essa intenção de compra. As taxas de conversão para automações de carrinhos abandonados às vezes são 3 a 4 vezes maiores do que a taxa de conversão da série de boas-vindas.

PÓS-COMPRA

Avaliações, mensagens de agradecimento e compradores recorrentes. O que essas três coisas tem em comum? Eles são partes importantes para qualquer fluxo pós-compra bem-sucedido. Os e-mails pós-compra são uma ótima maneira de impulsionar a fidelidade à marca e incentivar a repetição de compras. Uma nota simples e personalizada de uma empresa após uma compra é muito útil. Digamos que um cliente acabou de comprar um novo barbeador incrível. O que vai bem com essa navalha? Lâminas de barbear de reposição, um novo cabo, creme de barbear, pós-barba, etc. Os e-mails pós-compra são a maneira perfeita de oferecer produtos gratuitos com base no histórico de compras e no comportamento de um cliente. O objetivo final de cada fluxo pós-compra é aumentar o valor vitalício do cliente, criar clientes fiéis e fortalecer relacionamentos.

Jornada do Consumidor

As automações têm tudo a ver com a jornada do cliente. Eles dão à empresa a capacidade de controlar a experiência do cliente em todo o funil de vendas. No final das contas, as automações de e-mail são essenciais para aumentar o valor da vida útil de cada cliente. Eles são oportunos e personalizados de uma forma que outros canais de marketing não podem ser.

Cada jornada do cliente inclui vários pontos de contato. É importante analisar e determinar quando a automação de e-mail pode melhorar um ponto de contato com um cliente potencial ou cliente. Por exemplo, os leads do topo do funil que não estão prontos para fazer uma compra precisam de um ponto de contato mais leve, como uma introdução a uma marca. Qual a melhor maneira de fazer isso do que por meio de um e-mail de boas-vindas? À medida que um contato passa pelo funil, a automação de e-mail pode contar uma história mais profunda da marca e focar no valor exclusivo que a marca traz.

Provedores de serviço de e-mail

Provedores de serviços de e-mail são serviços / plataformas pagos que facilitam automações e campanhas de e-mail. Para esclarecer qualquer confusão, Gmail, Apple Mail, Microsoft Outlook e Yahoo não têm os recursos para habilitar os tipos de automação de e-mail de que falamos. Essas automações requerem mais poder de fogo e habilidade técnica. 

Conclusão

As automações de e-mail são uma parte importante de toda estratégia de marketing por e-mail e de toda estratégia de marketing como um todo. Nesta postagem, revisamos os números por trás das automações, falamos sobre quando implementar as automações, descobrimos os 5 pilares do marketing por e-mail e agora entendemos qual papel as automações desempenham no cliente jornada.

Fator Digital

Somos uma agência de performance digital com cultura data-driven, moldada em 3 pilares: Design, Performance e Simplicidade.

Nos diferenciamos no mercado ao não fomentar o modelo tradicional de agência, que se propõe a ser apenas inquieto ou disruptivo. Nossa proposta consiste em ajudar empresas a terem sucesso no meio online através de ações eficientes de marketing digital.

Acreditamos na entrega de soluções, e não de serviços. Vendemos valor, e não tempo. Por isso pensamos as estratégias com foco em resultados que possam ser quantificados e qualificados.

Gostamos de dados, de como as coisas se conectam, mesmo quando parecem tão distantes. Aliás, acreditamos apenas em dados. O resto é achismo. E não trabalhamos com achismo na Fator.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail abaixo e enviaremos automaticamente as novidades do blog da Fator para você.