Fator | Performance Driven Marketing

4 dicas de AdWords para campanhas em E-commerce

Quando falamos em e-commerce, estamos nos referindo a um dos segmentos mais concorridos para estratégias digitais como o Google AdWords. Temos milhares de sites, milhões de produtos e anúncios que tentam se destacar para atrair os visitantes mais relevantes: aqueles que estão prontos para comprar.

Em um cenário como esse é comum esquecermos de ações simples e que podem trazer ótimos resultados em campanhas. Por isso listamos nesse artigo algumas ideias bem eficientes para determinados segmentos de e-commerce.

Campanhas voltadas a produtos específicos

Imagine que sua empresa tem uma loja física que vende pneus. Diariamente você acompanha a entrada de clientes em sua loja que não sabem absolutamente nada sobre o que buscam. Eles entram, conversam com seus vendedores, tiram as dúvidas sobre os melhores pneus para usar no seu carro (modelo, marca, tipo, etc) e então vão embora para buscar o melhor preço em algum outro lugar, agora que já descobriram exatamente o que precisam procurar. Triste não?

Agora imagine que, ao mesmo tempo, você tem um volume de clientes que sabe EXATAMENTE o tipo, marca e modelo de pneus que busca. Esses clientes estão na etapa final do funil de venda e há muito mais chances de eles comprarem de vocês…. Se entraram em sua loja!

Esse é um cenário físico muito parecido com o e-commerce, quando investimos em palavras-chave genéricas nas campanhas de AdWords. Ao darmos o lance em termos como “pneus baratos”, “comprar pneus online”, nós temos visitantes que clicam em 4 ou 5 anúncios diferentes, navegam pelos sites, pesquisam, tiram dúvidas e então vão comprar de quem tem o menor preço…

Você não precisa evitar completamente os termos mais amplos e disputados, porém você pode equilibrar seu investimento buscando termos muito específicos, como modelos, códigos de produtos, etc.

Você não terá o mesmo volume de pessoas buscando por termos tão específicos, porém irá se deparar com clientes que sabem EXATAMENTE o que buscam e estão atrás da forma mais fácil de comprar. E os cliques desses visitantes, além de muito mais baratos (por ter menos concorrência), acabarão gerando muito mais conversão, o que reduzirá mais o seu CPA (Custo por Aquisição). Além disso, quando o visitante busca por um modelo de produto, você pode enviá-lo diretamente para a página do produto que ele busca, entregando exatamente o que que eler.

Palavras-chave da cauda longa

No mesmo conceito dos termos relacionados a modelos de produtos, você pode simplesmente utilizar termos bem específicos, baseados no comportamento do seu potencial visitante. Essas palavras-chave costumam ter 3 ou 4 palavras e serem bem específicas, como por exemplo: “Curso técnico em Porto Alegre”, ou “Pneu aro 17 Vectra”.

Na interface do AdWords você pode acessar o Relatório de Termos Pesquisados (está na aba de palavras-chave), que mostra EXATAMENTE as palavras-chave que o visitante utilizou para disparar seu anúncio. Ordene pelas palavras-chave que geraram conversão e tende identificar os termos da cauda longa, que costumam ter alguns detalhes a respeito do produto que o visitante busca.

Por exemplo, se você tem o termo amplo “curso técnico” mas alguém buscou por “Curso técnico em enfermagem” e acabou convertendo no seu site, é bem importante que você adicione essa palavra-chave em um grupo de anúncios exclusivo e defina um custo por clique mais agressivo, pois você já sabe que ela converte bem!

Campanha de Concorrentes

Ok, você já está atingindo aquele público que busca por produtos específicos, mas por que deixar de fora aqueles clientes que irão comprar do seu concorrente? Muitas buscas acontecem a partir de usuários que ouviram sobre uma determinada marca ou empresa, porém ainda não estão completamente convencidas para comprar dela. E aqui é o momento de sua empresa aparecer com a melhor proposta!

Você já imaginou um potencial cliente entrando na loja em frente a sua, enquanto você segura uma placa avisando que tem um preço melhor e uma variedade muito maior dos produtos que ele busca? Parece agressivo, mas é altamente eficiente. E é isso que você deve fazer, adicionando palavras-chave relevantes ao concorrente e mostrando para o potencial cliente que você é uma alternativa interessante que ele deve considerar.

E aqui não significa necessariamente usar a MARCA do seu concorrente (o que pode acarretar problemas de custo ou até mesmo uma reclamação formal do seu concorrente para o Google, resultando em uma punição na sua conta de AdWords), mas sim usar termos que seu concorrente também usa e faz com que ele tenha uma presença digital de melhor qualidade, deixando para trás até mesmo seu posicionamento orgânico.

Preço no anúncio

Com anúncios com limite reduzido de caracteres e custos por clique cada vez mais elevados, se torna importante qualificar o tráfego ANTES que ele aconteça. Além de usar termos específicos nas palavras-chave, você pode utilizar outras estratégias para identificar em que etapa da jornada de compra o potencial cliente está: Se ele está apenas pesquisando ou já cogita comprar.

Uma das formas eficientes de filtrar esse público é já alinhando expectativas quanto ao preço do seu produto. Exato, coloque o preço no anúncio. Se ele espera pagar R$ 50 pelo seu produto, mas no anúncio você já informa o valor de R$ 75, as chances são menores de que ele clique e gere um tráfego (e custo) desnecessário para sua empresa. Simples, não?

Fator Digital

Somos uma agência de performance digital com cultura data-driven, moldada em 3 pilares: Design, Performance e Simplicidade.

Nos diferenciamos no mercado ao não fomentar o modelo tradicional de agência, que se propõe a ser apenas inquieto ou disruptivo. Nossa proposta consiste em ajudar empresas a terem sucesso no meio online através de ações eficientes de marketing digital.

Acreditamos na entrega de soluções, e não de serviços. Vendemos valor, e não tempo. Por isso pensamos as estratégias com foco em resultados que possam ser quantificados e qualificados.

Gostamos de dados, de como as coisas se conectam, mesmo quando parecem tão distantes. Aliás, acreditamos apenas em dados. O resto é achismo. E não trabalhamos com achismo na Fator.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail abaixo e enviaremos automaticamente as novidades do blog da Fator para você.