Fator | Performance Driven Marketing

12 erros comuns de CPC que todo profissional de marketing deve evitar

Gerar uma campanha bem-sucedida do Google Ads é muito mais difícil do que parece. Com tanto para manter-se informado, você ficaria surpreso com a quantidade de erros de CPC que os profissionais de marketing podem cometer.

Tendo trabalhado com centenas de clientes diferentes ao longo dos anos, vimos muitos erros comuns que muitas vezes passam despercebidos. Desde não usar extensões de anúncio até se esquecer de segmentar os anúncios geograficamente, um simples erro pode resultar em um desempenho significativamente inferior da sua campanha de anúncios. Não importa se você está gerenciando suas próprias campanhas ou se acabou de assumir a conta de um cliente, aqui estão alguns dos erros de CPC mais comuns que você deve evitar.

1. Não utilizar as palavras-chave negativas

Se você vai pagar por cada clique em seu anúncio, faz sentido garantir que receberá apenas os cliques de alta qualidade. Ao longo dos anos, o Google ajustou seus vários tipos de correspondência, de modo que agora eles acionam mais palavras-chave do que nunca. Alguns dos quais nem mesmo são relevantes e devem ser evitados.

Por padrão, o Google exibirá anúncios para frases como “grátis” e “barato”, a menos que você diga para não fazer isso. Isso significa que se você estiver usando o tipo de palavra-chave de correspondência de frase em suas campanhas, as palavras-chave podem estar acionando seus anúncios para frases que incluem grátis e barato.

A última coisa que você deseja é alguém que não tenha a intenção de gastar dinheiro clicando em seus anúncios. Ao aproveitar as vantagens da lista de palavras-chave negativas do Google, você pode excluir o maior número possível de perdas de tempo e melhorar seu retorno do investimento.

 

2. Visar sempre a posição #1

Quer você esteja gerenciando suas próprias campanhas de CPC ou de um cliente, todos desejam alcançar o primeiro lugar. Mas, por mais tentador que seja, sempre almejar aquela brilhosa posição #1 é um erro clássico de CPC.

No papel, estar na posição #1 e acima de todos parece ótimo. É uma métrica maravilhosa para mostrar ao seu cliente e dar um tapinha nas costas. No entanto, chegar a esse ponto máximo pode exigir muito esforço, tempo e dinheiro, que poderia ser melhor gasto em outro lugar.

Para algumas palavras-chave competitivas, a posição número um pode custar mais de R$ 10, o que para algumas empresas é muito caro. Não focar no ponto número um e focar em seu ROI geralmente é uma tática muito melhor. Estar na segunda ou terceira posição ainda pode gerar muitos cliques, por muito menos dinheiro!

 

3. Não saber o valor vitalício de um cliente

Outro grande erro que muitos profissionais de marketing de busca paga cometem é não compreender totalmente o valor vitalício (LTV, em inglês) do cliente. Para fazer uma campanha lucrativa e bem-sucedida, você precisa estar atento às suas métricas e números.

Sem saber o valor médio da vida do seu cliente, como você pode calcular quanto deve gastar por aquisição? Sem saber seu custo por aquisição, como você pode descobrir quanto deve ofertar por clique?

Uma campanha CPC de sucesso depende muito de números e métricas. Se você errar os números e acabar gastando muito, há uma boa chance de perder dinheiro. Por outro lado, se você gasta muito pouco, pode não aproveitar ao máximo os anúncios pagos. Conhecer todas as suas métricas e números importantes de antemão é a base de qualquer campanha de sucesso. Reimpactar os seus clientes também é uma ótima estratégia.

 

4. Não utilizar as extensões de anúncio

Por padrão, os anúncios do Google são bastante insossos e chatos. Com apenas dois títulos e duas descrições aparecendo por vez, muitos iniciantes muitas vezes caem na armadilha de pensar que isso é tudo que precisam.

Até mesmo alguns veteranos de CPC podem acidentalmente esquecer de adicionar extensões de anúncio às suas campanhas, já que existem tantas delas hoje em dia. Dependendo da empresa e do tipo de anúncio que você está exibindo, existem algumas extensões de anúncio principais do Google que valem a pena adicionar. Estas são:

  • Extensão de localização
  • Extensão de sitelink
  • Extensão de frase de destaque
  • Extensão de preço

Essas extensões de anúncio não apenas aumentam o tamanho do seu anúncio e também ocupam mais espaço na tela. Mas eles também aumentam significativamente o engajamento e a taxa de cliques dos usuários. Considerando que eles são gratuitos para adicionar a qualquer anúncio, qualquer pessoa que não os esteja usando está cometendo um grande erro de CPC.

 

5. Não utilizar a programação de anúncios

Para qualquer tipo de campanha que você gerencia ou executa, sempre haverá momentos em que você obterá as melhores conversões.

Isso pode ser às 9h da manhã ou entre 18h e 21h à noite. Se você fizer a análise, descobrirá com mais frequência que toda campanha tem aquele período dourado em que seus clientes em potencial estão pesquisando mais.

Um erro comum de CPC é não tirar proveito desses períodos de maior movimento e esticar seu orçamento de publicidade de maneira uniforme ao longo do dia. Por padrão, as campanhas do Google são configuradas para exibir anúncios o dia todo, o que, na maioria dos casos, não é o ideal. Se você obtém leads de qualidade de maneira consistente em um determinado período do dia, deve aumentar seus lances e gastos.

Para fazer isso, você pode aproveitar a programação de anúncios do Google Ads, que permite que os profissionais de marketing aumentem ou diminuam seus modificadores de lance durante determinados horários. E para otimização máxima, você também pode desativar os anúncios inteiramente durante determinados horários.

Isso significa que, em vez de esticar o orçamento diário uniformemente ao longo do dia, você pode se concentrar especificamente nesses períodos de alto desempenho. Pense nisso como a regra 80/20, 20% do dia resultará em 80% de suas conversões.

 

6. Utilizar as campanhas inteligentes do Google

Ao longo dos anos, o Google introduziu muitos novos tipos de campanha, sendo um dos mais notáveis ​​a “campanha inteligente”. Atualmente, existem três tipos de campanhas inteligentes disponíveis, incluindo campanhas de pesquisa inteligentes, campanhas de exibição e campanhas de shopping.

Embora as campanhas de shopping inteligentes sejam relativamente boas, as campanhas inteligentes de pesquisa e exibição devem ser evitadas a todo custo.

As campanhas de pesquisa inteligente tentam tirar o gerenciamento da execução de campanhas de pesquisa paga e geralmente são direcionadas a iniciantes. Usando IA e aprendizado de máquina, eles podem controlar vários aspectos da campanha, incluindo lances, palavras-chave e programação de anúncios.

Infelizmente, por mais que tentem lhe vender a ideia de um pacote automatizado, nove em cada dez, os resultados são decepcionantes. Na verdade, é tão decepcionante que o usuário médio de CPC, mesmo um iniciante, seja capaz de superar uma campanha de pesquisa inteligente.

Se você atualmente usa campanhas de pesquisa inteligentes ou está pensando em criá-las, é hora de parar e encontrar alguém que possa gerenciar seus anúncios.

 

7. Não utilizar a segmentação por local

Quando se trata de configurar uma campanha de CPC de sucesso, um dos primeiros passos é definir o público-alvo.

Se você é uma empresa local em Porto Alegre, provavelmente deseja segmentar apenas as pessoas em Porto Alegre. Exibir anúncios em outros estados e cidades pode parecer uma boa ideia para aumentar a exposição da marca, mas, na realidade, você só vai perder dinheiro.

Para segmentar países e áreas específicos no Google Ads, você precisará ajustar as configurações de local de destino em suas campanhas. No entanto, você ficaria surpreso com a quantidade de profissionais de marketing de busca paga que realmente se esquecem de configurar isso corretamente. Isso resulta na exibição de anúncios em cidades e estados que a empresa nem mesmo veicula!

O local de destino não apenas garante que seus anúncios sejam vistos pelas pessoas certas, mas você também pode incluir a localização do usuário no anúncio para chamar sua atenção. Esse nível de personalização de local também tem muito mais probabilidade de aumentar o envolvimento do usuário em comparação com sem ele.

 

8. Ter um site lento

Você passou horas pesquisando palavras-chave e escrevendo seu texto do anúncio, você adicionou todas as extensões de anúncio, apenas para descobrir que os usuários estão saindo do seu site sem nem ler os seus argumentos! O que está acontecendo? Um site lento está enviando todos os seus clientes em potencial para bem longe da sua empresa!

Se você pretende investir potencialmente milhares de reais por mês em anúncios do Google, deve pelo menos investir em uma boa hospedagem na web.

De acordo com as estatísticas do Google, se sua página de destino leva 5 segundos para carregar, ela aumenta a taxa de rejeição em 90% em comparação com o carregamento de uma página em 1 segundo. Se você deseja realmente obter o máximo de seus gastos com CPC, ter um website rápido é crucial.

O Google pode reembolsá-lo por usuários que saem antes de a página carregar, mas e quanto aos usuários que saem quando o envio de um formulário demora muito?

Garantir que seu site carregue rapidamente em dispositivos móveis e desktop é um teste que todo profissional de marketing deve fazer. Ele não apenas pode impulsionar suas conversões de anúncios de CPC, mas também garante que qualquer pessoa que visite seu site tenha uma boa experiência de usuário.

 

9. Não otimizar suas landing pages

A página de destino é um dos componentes principais em qualquer campanha de CPC. Não só tem um grande impacto na relevância e no índice de qualidade de uma campanha, mas também é responsável por suas conversões.

Você pode direcionar o tráfego para praticamente qualquer página da web em seu site, mas garantir que os usuários convertam é outra questão totalmente diferente. Um erro clássico do PPC é gastar todo o seu tempo focando na campanha e nos anúncios, em vez de na página de destino.

O ideal é que cada anúncio executado aponte para uma página de destino exclusiva e relevante com a qual os clientes se engajarão. Se você mencionar uma venda no anúncio, a página de destino também deve destacar a mesma venda. Se não estiver na página e o usuário espera que esteja, a chance de uma rejeição aumenta significativamente.

Para garantir que você aproveite ao máximo qualquer página de destino, uma boa ideia é otimizá-la continuamente com testes A / B. Isso significa executar duas versões simultaneamente para ver qual tem melhor desempenho. Você ficaria surpreso em como apenas um título diferente ou botão colorido pode ter um grande aumento em sua taxa de conversão.

 

10. Esquecer da sua campanha

Um grande erro de CPC que muitos profissionais de marketing iniciantes cometem é configurar uma campanha de anúncios e esquecê-la. Eles acham que, uma vez que os anúncios e as palavras-chave foram configurados, não há mais nada a fazer. Como eles estão errados!

No mundo do marketing de CPC, não existe tal coisa como definir e esquecer campanhas. Na verdade, muitas campanhas bem-sucedidas só se tornam bem-sucedidas devido a semanas ou meses de otimizações contínuas.

Acompanhar os KPI’s diariamente é uma tarefa regular do gerenciamento de pagamento por clique. Se as métricas não estiverem à altura, é hora de começar a otimizar e ajustar. Isso pode ser qualquer coisa, desde adicionar e remover palavras-chave, ajustar a lista de palavras-chave negativas ou estratégias de lance. Ao mesmo tempo, se a campanha parece promissora e está gerando ótimos resultados, é hora de escalar.

Isso significa aumentar os gastos com publicidade com a premissa de que as conversões também aumentarão.

 

11. Não utilizar landing pages específicas

Como já vimos, a página de destino é um dos fatores mais importantes de qualquer campanha de CPC. Além de ter um impacto significativo na relevância e no índice de qualidade de um anúncio, é também a primeira página que os usuários verão.

Um grande erro cometido por muitos comerciantes novos (ou preguiçosos) de pagamento por clique é não criar páginas de destino suficientes e enviar todos os anúncios para sua página inicial. Dependendo de quais palavras-chave estão sendo segmentadas, isso pode funcionar, mas no geral é uma estratégia ruim.

Uma boa pontuação de qualidade não apenas economiza dinheiro no longo prazo, mas ter páginas de destino dedicadas aumenta significativamente sua taxa de conversão. Se você deseja obter o máximo de seus gastos com publicidade, construir uma variedade de páginas de destino relevantes é uma necessidade absoluta.

A última coisa que você quer é perder dinheiro e vendas porque suas páginas de destino são muito genéricas e tentam cobrir todas as palavras-chave. Criar páginas de destino específicas não é tão difícil quanto parece e, com os inúmeros benefícios, você também não seria louco!

 

12. Não “blindar” o nome da sua marca

Quando se trata de configurar uma campanha de CPC, os profissionais de marketing adoram fazer pesquisas de palavras-chave e encontrar oportunidades de baixa concorrência. No entanto, o que eles não percebem é que algumas das palavras-chave mais importantes estão bem debaixo de seu nariz!

Uma tática comum para muitos profissionais de marketing é dar lances para a marca de seus concorrentes. A lógica é que, se você oferece os mesmos produtos ou serviços que seu concorrente, é uma ótima maneira de “roubar” usuários.

Como muitos profissionais de marketing geralmente se concentram em outras palavras-chave, eles geralmente se esquecem do nome de sua própria marca. Se os concorrentes estão começando a veicular anúncios em sua marca, você vai querer revidar.

Não só exibir anúncios em sua própria marca será mais barato para você, mas também reduzirá muito a chance de os usuários irem para um concorrente.

Outro truque é que, se você é o proprietário da marca registrada de sua marca, também pode denunciar ao Google quaisquer anúncios que a estejam usando em seu anúncio. Isso não os impedirá de exibir anúncios com o nome de sua marca, mas os impedirá de mencioná-la em seus títulos.Conclusão

Se você vai pagar por cada clique em seu anúncio, faz sentido garantir que receberá apenas os cliques de alta qualidade. Ao longo dos anos, o Google ajustou seus vários tipos de correspondência, de modo que agora eles acionam mais palavras-chave do que nunca. Alguns dos quais nem mesmo são relevantes e devem ser evitados.

Por padrão, o Google exibirá anúncios para frases como “grátis” e “barato”, a menos que você diga para não fazer isso. Isso significa que se você estiver usando o tipo de palavra-chave de correspondência de frase em suas campanhas, as palavras-chave podem estar acionando seus anúncios para frases que incluem grátis e barato.

A última coisa que você deseja é alguém que não tenha a intenção de gastar dinheiro clicando em seus anúncios. Ao aproveitar as vantagens da lista de palavras-chave negativas do Google, você pode excluir o maior número possível de perdas de tempo e melhorar seu retorno do investimento.

 

Conclusão

Estes são os 12 erros mais comuns que encontramos no mundo do CPC! Cuidando destes pontos, o resultado das suas campanhas aumentará exponencialmente! Esteja sempre atento a oportunidades de otimização, tanto de anúncios quanto de landing pages. Caso queira uma lista dos 25 principais pontos de otimização em uma conta de Google Ads, leia este artigo!

Fator Digital

Somos uma agência de performance digital com cultura data-driven, moldada em 3 pilares: Design, Performance e Simplicidade.

Nos diferenciamos no mercado ao não fomentar o modelo tradicional de agência, que se propõe a ser apenas inquieto ou disruptivo. Nossa proposta consiste em ajudar empresas a terem sucesso no meio online através de ações eficientes de marketing digital.

Acreditamos na entrega de soluções, e não de serviços. Vendemos valor, e não tempo. Por isso pensamos as estratégias com foco em resultados que possam ser quantificados e qualificados.

Gostamos de dados, de como as coisas se conectam, mesmo quando parecem tão distantes. Aliás, acreditamos apenas em dados. O resto é achismo. E não trabalhamos com achismo na Fator.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail abaixo e enviaremos automaticamente as novidades do blog da Fator para você.