Fator | Performance Driven Marketing

11 dicas para otimizar campanhas de Google Ads com verba reduzida

Uma campanha de Google Ads pode ser desafiadora, especialmente se a verba é limitada. Quando o orçamento (curto) é o limite, você precisa otimizar recursos para atingir os melhores resultados. A seguir, damos dicas de como usar as ferramentas de Marketing Digital com criatividade e pensamento estratégico.

Determinando o escopo da campanha com verba reduzida

Sejamos realistas: grana curta significa que o alcance de sua campanha será limitado. Por isso, alinhe as expectativas conforme a verba que você tem.

Uma primeira dica é determinar aproximadamente quantos cliques por dia você pretende obter. Por exemplo, se o investimento mensal é de R$ 2 mil e o custo médio por clique é de R$ 2,50, serão 800 cliques por mês. Isso dá 26 cliques por dia, a um custo de R$ 66.

Com essa estimativa em vista, já é possível vislumbrar objetivos mais concretos. Ou melhor: objetivo, no singular. Uma verba reduzida de Google Ads também restringe as funções da campanha. O que você pretende? Dar visibilidade à marca? Gerar leads? Aumentar as vendas? Mantenha o foco num ponto só, até porque o número de cliques diário será relativamente baixo.

Agora que você já tem uma ideia clara da viabilidade da campanha com base no orçamento estipulado, chegou a hora de realizar alguns ajustes. Veja só:

  1. Geotargeting

A localização geográfica determina diretamente o sucesso de sua estratégia de Google Ads. Filtre os usuários por estado, cidade, CEP ou qualquer outra informação relevante para seu negócio.

Lembre-se que quanto menor a área, menos tráfego você receberá. Sendo assim, considere incluir localizações negativas, aquelas onde seus anúncios não interessam.

  1. Agendamento de ads

Agendar os anúncios para datas e horários específicos ajuda a controlar o budget. Se sua loja de conveniências opera até as 23h, não faz sentido anunciar de madrugada. No caso de um e-commerce, que está sempre “aberto”, consulte os relatórios da campanha para verificar se há períodos de ROI negativo.

  1. Ligue já

Outro desafio de quem tem verba limitada é testar diferentes versões de landing page. O call-to-action pode ser decisivo na hora de aumentar as conversões, mas nem sempre se pode experimentar várias opções.

Se as ligações telefônicas são o forte de sua empresa (caso das tele entregas), use uma campanha só para chamadas, que funciona em smartphones. Dessa forma, você incentiva o cliente a telefonar apenas clicando no anúncio.

  1. Display

Sua marca pode aparecer em todo lugar. Aproveite o remarketing para direcionar o anúncio a diferentes perfis de usuários, não necessariamente seu público-alvo principal. Como o custo é por clique, as impressões não custarão nada. Esse tipo de tática funciona para elevar o alcance e gerar awareness.

  1. Olho na concorrência

A estratégia de lances de portfólio serve para desbancar a concorrência. Basta incluir o site que você deseja ultrapassar e definir um valor. Escolha os competidores diretos, ou seja, as companhias que trabalham no mesmo segmento e na mesma região. O relatório mostrará se vocês estão disputando as mesmas palavras-chave.

  1. Acompanhamento

Certifique-se de configurar o acompanhamento de conversões de sua campanha de Google Ads. Os dados coletados serão críticos para avaliar o desempenho e conferir se os resultados foram alcançados. Em caso negativo, aproveite o conhecimento adquirido para ajustar a estratégia.

  1. Palavras-chave

Disputar palavras-chave genéricas torna-se muito caro. Prefira termos únicos, de cauda longa, para tirar melhor proveito da verba reduzida.

Para descobrir quais expressões funcionam, vá à sua conta de analytics e veja quais buscas geram tráfego orgânico até seu site. Use, ainda, ferramentas como o Keyword Planner.

Importante: palavras-chave de muito volume também encarecem o orçamento. Se for o caso, estabeleça um teto. Em outras palavras, aceite que você não ranqueará tão bem no Google, mas pelo menos pagará um valor razoável.

  1. Palavras-chave negativas

Em acréscimo, faça uma lista extensa de keywords negativas. Essa medida evita que o anúncio surja nos momentos errados (e onere ainda mais sua campanha de verba limitada).

Verifique quais termos poderiam gerar buscas errôneas. Junto a isso, vá aos relatórios e identifique os termos irrelevantes que já geraram cliques. Compile tudo na lista negativa. Repita o procedimento regularmente para manter os dados atualizados.

  1. Anúncios dinâmicos

Se for possível, evite anúncios dinâmicos. Eles não são acionados por palavras-chave personalizadas, isto é, escolhidas por você. O próprio algoritmo roda o banner com base no conteúdo da landing page. Isso frequentemente resulta em impressões e cliques irrelevantes, que empobrecem os resultados e encarecem a campanha.

  1. Extensões

As extensões chamam atenção para o anúncio e também fornecem informação adicional que não cabe no banner. Você pode incluir endereço da loja, link para o site e número de telefone, entre outros elementos. Além disso, o Google disponibiliza extensões dinâmicas (automáticas) que mostram detalhes do website junto ao texto.

  1. Landing page

Por último, mas não menos importante, monte uma landing page focada em conversão. O Google julga a qualidade dessas páginas com base na relevância, no conteúdo original, na transparência e na navegabilidade. Quer dizer, você não terá conversões se mantiver um site mal estruturado.

Esse é outro tendão de Aquiles para empresas pequenas. Se o desenvolvimento de um website está fora de suas possibilidades financeiras, concentre-se em campanhas de chamadas (ver dica 3) ou outras soluções mais baratas.

Em resumo, uma campanha de Google Ads com verba reduzida pode funcionar, desde que conduzida com inteligência.

Fator Digital

Somos uma agência de performance digital com cultura data-driven, moldada em 3 pilares: Design, Performance e Simplicidade.

Nos diferenciamos no mercado ao não fomentar o modelo tradicional de agência, que se propõe a ser apenas inquieto ou disruptivo. Nossa proposta consiste em ajudar empresas a terem sucesso no meio online através de ações eficientes de marketing digital.

Acreditamos na entrega de soluções, e não de serviços. Vendemos valor, e não tempo. Por isso pensamos as estratégias com foco em resultados que possam ser quantificados e qualificados.

Gostamos de dados, de como as coisas se conectam, mesmo quando parecem tão distantes. Aliás, acreditamos apenas em dados. O resto é achismo. E não trabalhamos com achismo na Fator.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail abaixo e enviaremos automaticamente as novidades do blog da Fator para você.